Arquivo | dezembro 2007

Falando sobre Estrella.

PARA:

Os meus amigos e meus amores.

AOS  MEUS AMORES .

QUE 2008 SEJA DE MUITA PAZ, E AMOR EM DOBRO PARA TODOS NÓS  , E TODA NOSSA AMADA FAMILIA.

SÃO OS VOTS  DESTA QUE   AMA SINCERAMENTE A TODOS VOCÊS.

RUTE LIANA

Mensagem do dia

 

ANTECIPA-TE NO BEM ”

“ Não esperes um convite especial da vida para ajudar os sofredores do caminho.
Sem fazer uso das palavras, eles expressam, nas dores que carregam, o apelo ao teu concurso fraterno.

 

Há quem chore em silêncio, trazendo sob o veludo da riqueza, chagas morais que desconheces. Outros enfrentam, solitários, a enfermidade que lhes castiga o corpo, enquanto muitos se debatem na orfandade. Não estão longe, também, aqueles que, sem teto nem apoio, se dariam por felizes ao receberem simples pedaço de pão.

É provável, ainda, que no próprio agrupamento familiar em que te encontras, haja dilacerações clamando pelo bálsamo da tua palavra.
São todos irmãos em humanidade.


Eles não te pedem soluções rápidas para os problemas que carregam.
Imploram apenas o teu apoio, dentro do clima fraternal que já consegues apresentar.

Coloca-te, mentalmente, no lugar daqueles que sofrem ao teu redor e concluirás que um simples ato de solidariedade te renovará a alma, fortalecendo-te para prosseguir na jornada redentora.
Naquela tarde inesquecível, em Jerusalém, um certo Cireneu foi chamado pelos guardas a auxiliar o Mestre que, cambaleante e abatido, mal suportava o peso da cruz na escalada do Calvário.

Não esperes que a vida te chame a auxiliar os que caminham vergados pelas cruzes que carregam, nem te limites à massa expectante que, embora tocada de compaixão, apenas assiste à passagem dos sofredores.


Antecipa-te a eles e o teu gesto, espontâneo e bom, os felicitará, a fim de que, escalando o calvário da redenção, encontrem a paz na libertação espiritual. ”

( Scheilla )

 

 

A vida é assim…..

A vida é assim…

 "A vida são deveres,  que nós trouxemos para fazer em casa.
 Quando se vê,  já são seis horas!
 Quando se vê,  já é sexta-feira…
 Quando se vê,  já é Natal…
 Quando se vê,  já terminou o ano… 


 Quando se vê,  perdemos o amor da nossa vida…
 Quando se vê,  passaram-se 50 anos!


 Agora,  é tarde demais para ser reprovado…
 Se me fosse dado,  um dia,  outra oportunidade,  eu nem olhava o relógio.
 Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho,  a casca dourada e inútil das horas…
 Seguraria o meu amor,  que está a muito à minha frente,  e diria EU TE AMO…


 Dessa forma,  eu digo:  não deixe de fazer algo que gosta devido à falta de tempo.
 Não deixe de ter alguém ao seu lado por puro medo de ser feliz.
 A única falta que terá, será desse tempo que infelizmente… não voltará mais”.

    Mário Quintana

Um dia.

Um dia

 

Um dia descobrimos que beijar uma pessoa para esquecer outra é bobagem.

Você não só não esquece a outra pessoa como pensa muito mais nela…

Um dia nos percebemos que as mulheres tem extinto “caçador e fazem qualquer homem sofrer.

 

Um dia descobrimos que se apaixonar é inevitável…

Um dia percebemos que as melhores provas de amor são as mais simples…

Um dia percebemos que o comum não nos atrai…

Um dia saberemos que ser classificado como o “bonzinho” não é bom…

Um dia percebemos que a pessoa que nunca te liga é a que mais pensa em você

Um dia saberemos a importância da frase: “tu se tornas eternamente responsável por aquilo que cativas…”

 Um dia percebemos que somos muito importante para alguém,

 

mas não damos valor a isso…

Um dia percebemos como aquele amigo faz falta. Mas ai já é tarde demais…

Enfim… Um dia descobrimos que apesar de viver quase um século esse tempo todo não é suficiente para realizarmos todos os nossos sonhos, para beijarmos todas as bocas que nos atraem, para dizer tudo o que tem que ser dito…

O jeito é: ou nos conformamos com a falta de algumas coisas na nossa vida ou lutamos para realizar todas as nossa loucuras…

Quem não compreende um olhar, tampouco compreendera uma longa explicação.

 

Mario Quintana

 

Nós os apaixonados.

CONSELHOS DE UM VELHO APAIXONADO
(Carlos Drummond de Andrade)

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer

 

seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.

Se os olhares se cruzarem e, neste momento, houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.

Se o toque dos lábios

for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.

Se o 1º e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Algo do céu te mandou um presente divino: O AMOR.

Se um dia tiverem que pedir perdão um ao outro por algum motivo e,em troca, receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais que mil palavras, entregue-se: vocês foram feitos um pro outro.

Se por a algum motivo você estiver triste, se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa sofrer o seu sofrimento, chorar as suas lágrimas e enxugá-las com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer momento de sua vida.

Se você conseguir, em pensamento, sentir o cheiro da pessoa como se ela estivesse ali do seu lado…

Se você achar a pessoa maravilhosamente linda, mesmo ela estando de pijamas velhos, chinelos de dedo e cabelos emaranhados…

Se você não consegue trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que está marcado para a noite…

Se você não consegue imaginar, de maneira nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado…

Se você tiver a certeza que vai ver a outra envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção que vai continuar sendo louco por ela…

Se você preferir fechar os olhos, antes de ver a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida.

Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro.

Às vezes encontram e, por não prestarem atenção nesses sinais, deixam amor passar, sem deixá-lo acontecer verdadeiramente. É o livre-arbítrio.

Feliz Aniversário para vc.

" Neoqeav "

Meus avós já estavam casados há mais de cinqüenta anos

e continuavam jogando um jogo que haviam iniciado

quando começaram a namorar.

A regra do jogo era que um tinha que escrever a palavra

"Neoqeav" num lugar inesperado para o outro encontrar

e assim quem a encontrasse deveria escrevê-la em outro

lugar e assim sucessivamente.

 

Eles se revezavam deixando "Neoqeav" escrita por toda

a casa, e assim que um a encontrava era sua vez de

escondê-la em outro local para o outro achar.

 

Eles escreviam "Neoqeav" com os dedos no açúcar

dentro do açucareiro ou no pote de farinha para que o

próximo que fosse cozinhar a achasse. Escreviam na

janela embaçada pelo sereno que dava para o pátio onde

minha avó nos dava pudim que ela fazia com tanto carinho.

 

 

"Neoqeav" era escrita no vapor deixado no espelho

depois de um banho quente, onde a palavra iria

reaparecer depois do próximo banho.

 

Uma vez, minha avó até desenrolou um rolo inteiro

de papel higiênico para deixar "Neoqeav" na última

folha e enrolou tudo de novo.

Não havia limites para onde "Neoqeav" pudesse surgir.

Pedacinhos de papel com "Neoqeav" rabiscado

apareciam grudados no volante do carro que eles dividiam.

 

Os bilhetes eram enfiados dentro dos sapatos e deixados

debaixo dos travesseiros.

"Neoqeav" era escrita com os dedos na poeira sobre

as prateleiras e nas cinzas da lareira. Esta misteriosa

palavra tanto fazia parte da casa de meus avós quanto

da mobília. Levou bastante tempo para eu passar a

entender e gostar completamente deste jogo que eles

jogavam. Meu ceticismo nunca me deixou acreditar

em um único e verdadeiro amor, que possa ser

realmente puro e duradouro.

Porém, eu nunca duvidei do amor entre meus avós.

 

Este amor era profundo. Era mais do que um jogo de

diversão, era um modo de vida.

Seu relacionamento era baseado em devoção e uma

afeição apaixonada, igual as quais nem todo mundo

tem a sorte de experimentar. O vovô e a vovó ficavam de

mãos dadas sempre que podiam.

  

Roubavam beijos um do outro sempre que se

batiam um contra outro naquela cozinha tão

pequena. Eles conseguiam terminar a frase incompleta do

outro e todo dia resolviam juntos as palavras cruzadas do

jornal. Minha avó cochichava para mim dizendo o quanto

meu avô era bonito, como ele havia se tornado

um velho bonito e charmoso.

  

Ela se gabava de dizer que sabia como pegar

os namorados mais bonitos.

 

Antes de cada refeição eles se reverenciavam e

davam graças a Deus e bençãos aos presentes por

sermos uma família maravilhosa, para continuarmos

sempre unidos e com boa sorte.

 

Mas uma nuvem escura surgiu na vida de meus avós:

minha avó tinha câncer de mama.

 

A doença tinha primeiro aparecido dez anos antes.

 

Como sempre, vovô estava com ela a cada momento.

 

Ele a confortava no quarto amarelo deles, que ele havia

pintado dessa cor para que ela ficasse sempre rodeada

da luz do sol, mesmo quando ela não tivesse forças

para sair.

 

O câncer agora estava de novo atacando seu corpo.

 

 

  

Com a ajuda de uma bengala e a mão firme do meu avô,

eles iam à igreja toda manhã. E minha avó foi ficando

cada vez mais fraca, até que, finalmente, ela não mais

podia sair de casa. Por algum tempo, meu avô resolveu ir

à igreja sozinho, rezando a Deus para zelar por sua

esposa. Então, o que todos nós temíamos aconteceu.

 

Vovó partiu.

 

"Neoqeav" foi gravada em amarelo nas fitas cor-de-rosa

dos buquês de flores do funeral da vovó.

Quando os amigos começaram a ir embora, minhas tias,

tios, primos e outras pessoas da família se juntaram e

ficaram ao redor da vovó pela última vez.

Vovô ficou bem junto do caixão da vovó e, num suspiro

bem profundo, começou a cantar para ela.

 

Através de suas lágrimas e pesar, a música surgiu

como uma canção de ninar que vinha bem de dentro

de seu ser. Me sentindo muito triste, nunca vou me

esquecer daquele momento. Porque eu sabia que mesmo

sem ainda poder entender completamente a profundeza

daquele amor, eu tinha tido o privilégio de testemunhar

a beleza sem igual que aquilo representava.

 

 

Aposto que a esta altura você deve estar se perguntando:

"Mas o que Neoqeav significa?".

 

Nunca Esqueça O Quanto Eu Amo Você = " Neoqeav "